Renascimento Arte

Muitas das novas idéias e atitudes que marcaram os tempos da Renascença foram retratadas na arte. Uma nova ideia chamada humanismo coloca em foco os interesses, necessidades e habilidades humanas. Esta nova ideia mudou a forma como os artistas pintaram os seus temas, bem como a escolha dos temas que pintaram.

A arte renascentista é freqüentemente dividida em dois períodos:

Primeiros Renascimento (1400-1479) – Os artistas aprenderam tentando imitar os artistas clássicos com foco na simetria e criando a forma perfeita. Esta época contou com artistas como Giotto, Masaccio e Donatello. 

Alta Renascença (1475-1525) – Um crescente interesse em perspectiva e espaço deu à arte ainda mais realismo. Grandes artistas como Michelangelo, Leonardo da Vinci e Rafael floresceram durante este período. 

Mudança de sujeitos

Na Idade Média, o tema de quase toda a arte européia era a religião, especificamente o cristianismo e a Igreja Católica. Embora os artistas da Renascença continuassem a pintar pinturas religiosas, eles também se ramificaram para outros assuntos, incluindo a mitologia grega e romana, assuntos históricos e retratos de indivíduos. Eles também se concentraram nos detalhes da vida cotidiana. 

Realismo

Uma das grandes mudanças na arte foi pintar e esculpir assuntos de forma realista. Isso é chamado de realismo e envolve várias técnicas que fazem com que os assuntos e os antecedentes pareçam na vida real. Isso também significava dar aos sujeitos mais qualidades emocionais. 

 

Novas técnicas e estilos

Muitas novas técnicas foram introduzidas durante o Renascimento. Essas técnicas ajudaram a melhorar a qualidade e o realismo da arte. 

Perspectiva – perspectiva é desenhar ou pintar uma imagem de tal forma que parece que há três dimensões. Dá a ilusão de que alguns objetos na pintura estão mais distantes do que outros. 

Equilíbrio e Proporção – Desenho de assuntos tais que eles são do tamanho correto quando comparados entre si. 

Uso da Luz e das Trevas – Muitos artistas começam a usar luz e sombras em suas obras para adicionar drama, perspectiva e tempo para sua arte. 

 

Sfumato – Esta foi uma técnica usada por Leonardo da Vinci para adicionar perspectiva e dimensão adicionais às pinturas. Era uma maneira de desfocar as linhas entre os assuntos. Essa técnica foi usada na Mona Lisa de Leonardo. 

Escorço – Outra técnica que acrescentou perspectiva e profundidade às pinturas, o escorço é uma maneira de encurtar linhas para dar a ilusão de profundidade. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *